Frequência

Flag Counter

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

COMPLEXIDADE E O PROBLEMA DO MAL

"Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar" ( Gn 4:7 )
http://www.estudobiblico.org/pt/detalhe/ver/o-pecado-jaz-a-porta-74
"... À pergunta “não poderia a quantidade de sofrimento humano que há no mundo ser reduzida?” Rescher responde:
É claro que poderia. Mas a pergunta é: a que custo? Ao custo de não haver um mundo? Ao custo de não haver seres humanos no mundo? Ao custo de todos os seres humanos serem ignorantes, áridos e desprovidos de inteligência? Ao custo de se ter apenas seres humanos sem empatia, simpatia e que se preocupem uns com os outros? A resposta  apropriada a todas essas perguntas é simplesmente: quem sabe? Ninguém é capaz de dizer com qualquer segurança que o custo de tal “aprimoramento” seria aceitável. Concedido, os aspectos negativos do mundo poderiam em teoria ser remediados. Mas para criar tal arranjo seria necessário aceitar uma gama total de aspectos negativos ainda maior. Uma reengenharia deste mundo seria algo além de nossa capacidade, sendo implausível que os defeitos do mundo poderiam ser eliminados através de reparos específicos. Dado tudo o que sabemos, defende Rescher, este seria de fato o melhor dos mundos possíveis.
O efeito gangorra, por outro lado, ocorre quando dois fatores positivos estão presos a uma relação em que não é possível obter ambos ao mesmo tempo (familiaridade vs. novidade, por exemplo), sendo necessário um trade-off entre eles, na medida em que um aprimoramento de um lado somente pode ser obtido pela piora do outro. Um exemplo de como esse tipo de efeito impede a obtenção de perfeição, restando optimização, é o sistema de justiça criminal..."

Uma análise a partir do Molinismo de Alvin Plantinga, disponível em http://repositorio.pucrs.br/dspace/handle/10923/6970#preview

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

"Have we lost the next generation?"

"...a Marxist dystopia or a libertarian paradise?" from one of the interesting comments on this article. Give it a try: https://mymorningmeditations.com/2017/01/03/have-we-lost-the-next-generation/

domingo, 1 de janeiro de 2017

Pirotecnia

Em festas de passagem de ano é comum nos encantarmos com a beleza fugaz dos fogos de artifício. Tudo na vida se resume nesse paradoxo que se nos apresenta já na gênese, na origem: Verdade versus Mentira.
“mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá”. (Gênesis‬ ‭2:17‬ ‭NVI‬‬)
Desde então temos nos deixado iludir, seduzir, enganar pelas pirotecnias, pelos artifícios, pelos engodos satânicos que facilmente nos envolvem e desviam da verdade pela vaidade dos nossos próprios pensamentos.
“Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela.” (Mateus‬ ‭7:13‬ ‭NVI‬‬)
Trata-se da tendência humana à perversão, à idolatria, ao egoísmo.
“Eles estão obscurecidos no entendimento e separados da vida de Deus por causa da ignorância em que estão, devido ao endurecimento do seu coração.” (Efésios‬ ‭4:18‬ ‭NVI‬‬)
Incapazes de discernir entre verdade e mentira, pois estando mortos em nossos delitos e pecados, prejudicados em nosso entendimento, com as mentes embotadas, não conseguimos mais ver claramente o que se passa conosco e com tudo o mais ao nosso redor.
“Então Ananias foi, entrou na casa, pôs as mãos sobre Saulo e disse: 'Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo'. Imediatamente, algo como escamas caiu dos olhos de Saulo e ele passou a ver novamente. Levantando-se, foi batizado” (Atos‬ ‭9:17-18‬ ‭NVI‬‬)
Precisamos da ajuda do Senhor para restaurar nossa visão, fazendo cair as escamas dos nossos olhos, rasgando o véu que nos separa do essencial, restituindo-nos o verdadeiro discernimento entre o bem e o mal.
“E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”. (João‬ ‭8:32‬ ‭NVI‬‬).
A busca sincera pela verdade é o que mais nos aproxima de Deus, pois Deus busca os verdadeiros adoradores, que o adorem em espírito e em verdade.
“Vocês, samaritanos, adoram o que não conhecem; nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus. No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura. Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade”.” (João‬ ‭4:22-24‬ ‭NVI‬‬)
Por outra via, buscando a verdade em amor, nos afastamos da mentira, da ilusão, da vaidade que facilmente nos seduzem.
“Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.” (Efésios‬ ‭4:15‬ ‭NVI‬‬)
Feliz ano novo vivendo em novidade de vida.
“De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.”
(‭‭Romanos‬ ‭6:4‬ ‭ARC95‬‬)