Frequência

Flag Counter

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

EPISTEMOLOGIA DA ESPIRITUALIDADE

By Adauto da Costa Santos apud João Pedro Araújo em 09/02/2014 (EBD da PIB-Guará) “Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram, segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio; para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado.” (Lucas 1:1-4) INTRODUÇÃO Como você sabe que sabe o que você sabe? Por quais faculdades atingimos o conhecimento? Haverá conhecimento certo e seguro em alguma concepção a priori? “Epistemologia (do grego ἐπιστήμη [episteme] - ciência; λόγος [logos] - estudo de), também chamada de teoria do conhecimento, é o ramo da filosofia que trata da natureza, das origens e da validade do conhecimento. A epistemologia estuda a origem, a estrutura, os métodos e a validade do conhecimento, motivo pelo qual também é conhecida como teoria do conhecimento.” Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Epistemologia “Ante a questão da possibilidade do conhecimento, o sujeito pode tomar diferentes atitudes: • Dogmatismo: atitude filosófica pela qual podemos adquirir conhecimentos seguros e universais por inspiração, e ter fé disso. • Cepticismo (AO1990: ceticismo): atitude filosófica oposta ao dogmatismo, a qual duvida de que seja possível um conhecimento firme e seguro, sempre questionando e pondo à prova as crenças, e dependendo dos resultados afirmativos destas provas as crenças podem se tornar convicção ou certeza. Esta postura foi defendida por Pirro de Élis. Enesidemo argumenta, porém, que Pirro "filosofava segundo o discurso da suspensão do juízo, mas que não agia de maneira inaudita". Parece confirmar essa observação o fato de Pirro ter vivido até os 90 anos. • Relativismo: atitude filosófica defendida pelos sofistas que nega a existência de uma verdade absoluta e defende a ideia de que cada indivíduo possui sua própria verdade, que é em função do contexto histórico do indivíduo em questão. • Perspectivismo: atitude filosófica que defende a existência de uma verdade absoluta, mas pensa que nenhum de nós pode chegar a ela senão a apenas uma pequena parte. Cada ser humano tem uma visão parcial da verdade. Esta teoria foi defendida por Nietzsche e notam-se nela ecos de platonismo.” DESENVOLVIMENTO Aprendemos sobre DEUS...: 1 – ...pelo OUVIR “Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? (...) De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Mas digo: Porventura não ouviram? Sim, por certo, pois Por toda a terra saiu a voz deles, e as suas palavras até aos confins do mundo.” (Romanos 10:13-18) Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. (Mateus 13:9) Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. (Mateus 11:15) Se alguém tem ouvidos, ouça. (Apocalipse 13:9) E disse-lhes: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. (Marcos 4:9) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. (Apocalipse 2:29) 2 – ...por meio de VER “E dissestes: Eis aqui o Senhor nosso Deus nos fez ver a sua glória e a sua grandeza, e ouvimos a sua voz do meio do fogo; hoje vimos que Deus fala com o homem, e que este permanece vivo.” (Deuteronômio 5:24) “O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida.” (1 João 1:1) “E todos ficaram maravilhados, e glorificaram a Deus; e ficaram cheios de temor, dizendo: Hoje vimos prodígios.” (Lucas 5:26) “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (João 1:14) Enfim, pelos demais sentidos: ...Olfato, ...Tato: “Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem.” (2 Coríntios 2:15) “O óleo e o perfume alegram o coração; assim o faz a doçura do amigo pelo conselho cordial.” (Provérbios 27:9) “E, estando ele em Betânia, assentado à mesa, em casa de Simão, o leproso, veio uma mulher, que trazia um vaso de alabastro, com ungüento de nardo puro, de muito preço, e quebrando o vaso, lho derramou sobre a cabeça.” (Marcos 14:3) “Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento.” (Lucas 7:46) 3 – ...aprendendo com MESTRES “As palavras dos sábios são como aguilhões, e como pregos, bem fixados pelos mestres das assembléias, que nos foram dadas pelo único Pastor.” (Eclesiastes 12:11) “Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento.” (Hebreus 5:12) “Porquanto os ensinava como tendo autoridade; e não como os escribas.” (Mateus 7:29) “Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo.” (Mateus 23:10) 4 – ...aprendendo com a EXPERIÊNCIA própria ou de outrem; “E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.” (Romanos 5:3-5) “Porque qualquer que ainda se alimenta de leite não está experimentado na palavra da justiça, porque é menino.” (Hebreus 5:13) “Mas bem sabeis qual a sua experiência, e que serviu comigo no evangelho, como filho ao pai.” (Filipenses 2:22) “Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.” (Isaías 53:3) 5 – ...mediante a própria REVELAÇÃO divina. “Como me foi este mistério manifestado pela revelação, como antes um pouco vos escrevi;” (Efésios 3:3) “Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo.” (Gálatas 1:12) “Ora, àquele que é poderoso para vos confirmar segundo o meu evangelho e a pregação de Jesus Cristo, conforme a revelação do mistério que desde tempos eternos esteve oculto,” (Romanos 16:25) “Não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações: para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação; tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos; e qual a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder, que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos, e pondo-o à sua direita nos céus, acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; e sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.” (Efésios 1:16-23) Para saber mais: http://pt.wikipedia.org/wiki/Te%C3%ADsmo_Aberto

Nenhum comentário:

Postar um comentário